Inbound Marketing – O que é, para que serve, diferença entre inbound e outbound marketing

Como você está tentando vender o seu produto? Utilizando estratégias de Marketing tradicionais, como procurar pessoas na rua ou em ambientes comerciais e entregar panfletos?

Já parou para pensar que, muitas vezes, essas pessoas não estão interessadas no seu serviço/produto? Muitas vezes estão preocupadas com questões do dia a dia delas mesmas.

Então vamos dizer que você, em um dia, conseguiu chegar até 100 pessoas, quantas dessas pessoas realmente prestou atenção e se interessou pelo que você estava vendendo?

Frustrante, não é mesmo?

Mas existe uma estratégia de Marketing que pode fazer você aumentar as suas vendas, e manter ou até diminuir os custos com o Marketing que você produz.

Essa estratégia se chama “Inbound Marketing”, já ouviu falar?

É uma estratégia que pode segmentar o seu público, fazendo com que as pessoas certas cheguem até você, e ainda melhor, que essas pessoas queiram escutar o que você tem para oferecer.

Isso é Inbound Marketing – precisão. (quanto de dinheiro investir para divulgar e gerar lucro.

O que é Inbound Marketing e para que serve?

O Inbound Marketing é uma estratégia de Marketing de precisão. Isso porque, com essa estratégia você sabe exatamente quanto dinheiro investir para divulgar e gerar lucro.

Essa estratégia serve para segmentar o seu público, e principalmente trazer para você somente pessoas realmente interessadas em comprar o que você tem para vender. Podendo entender mais a fundo sobre as características do seu público.

Segmentando essas pessoas em idade, perfil, interesse e até mesmo localização.

Direcionando assim, o seu anúncio, para apenas as pessoas corretas, tendo uma porcentagem de conversão muito maior do que você espera.

Como fazer isso na prática?

Essa estratégia de Marketing é feita baseada totalmente em conteúdo.

Esses conteúdos são distribuídos nos maiores buscadores, ou seja, na maior fonte de pesquisa do seu público, como o Google, Facebook, Instagram, Linkedin, Blogs e muito mais.

Mas que conteúdos são esses? Eles podem se textos, vídeos, e-books, manuais ou qualquer outro conteúdo eu agregue valor informativo sobre o seu negócio.

Assim, esse conteúdo vai fazer com que o seu cliente entre na primeira, das 5 etapas do Inbound Marketing:

Atrair

Nessa etapa você vai criar conteúdos chamativos, que vão gerar autoridade sobre a sua marca, fazendo com que o público veja a sua empresa com outros olhos.

Converter

Assim, usando um material específico, e mais aprofundado, você vai atrair e começar a capturar informações sobre o público que está interessado no seu conteúdo (potencial cliente). Então, ofereça aos seus clientes, um material que ele só terá acesso em troca de alguma informação, como o e-mail, por exemplo.

Aqui, ele se torna um Lead.

Relacionar

Mantenha contato, aproveite um assunto em comum para entrar em outros assuntos. Isso é o que você vai fazer com o seu cliente. Ou seja, mantenha o cliente ligado nos seus conteúdos, e passe mais complexidade a cada contato até o seu cliente entender que o seu serviço ou produto pode solucionar o problema dele. Por fim, é aí que você oferece a venda.

Vender

Aqui você vai analisar se o seu Lead já está preparado para realizar a compra. – Ele pode visitar a sua página de preço no site, pedir um orçamento ou converteu em algo específico sobre o seu negócio.

Essas são algumas maneiras de perceber que o seu Lead está preparado para a compra. Mas antes você vai entender as necessidades do seu cliente, e mostrar como o seu produto pode ajudar esse cliente.

Analisar

Medir cada ação e analisar o que funciona ou não para o seu negócio é um fator muito importante. Assim, é possível fazer isso através de números, dados e relatórios.

Agora, você acabou de conhecer um pouco sobre o Funil de Vendas.

Diferença entre Inbound e Outbound Marketing

Os dois conceitos são estratégias de Marketing, focadas especialmente em vendas.

O Outbound marketing é uma estratégia mais ativa, já o Inbound é mais receptivo. Mas as duas estratégias são altamente funcionais para o Marketing, e cada empresa precisa analisar qual será a estratégia utilizada, de acordo com o problema apresentado.

Vamos conhecer as diferenças entre as duas.

Outbound:

O Outbound marketing é um tipo de marketing mais “agressivo”, sem muita conversinha, o foco é total em prospecção e vendas.

Aqui, você vai atrás do cliente onde ele estiver, na rua, manda e-mail, redes sociais, e busca o Lead para a sua base.

Mas o mais importante aqui, é conhecer bem as dores do cliente, o nicho e o mercado que se encontra, porque só assim você terá uma base forte e bem estruturada sobre o que o seu cliente procura.

E ainda mais importante, como você pode resolver um problema do seu cliente. Nesse tipo de estratégia você contata diretamente o seu Lead, e apresenta o problema e a solução, com base nos interesses de cada cliente.

Então você precisa ter bem definida a maneira que você vai prospectar – como vai encontrar e trazer clientes – as dores do cliente e a maneira que você vai estimulá-lo para abrir um canal de comunicação com você.

Então, aqui os passos são:

  1. Prospectar
  2. Conhecer as dores
  3. Abrir um Canal de comunicação
  4. Proposta/Conversa/Venda

Diferente do Inbound Marketing, essa é uma estratégia “mais rápida e objetiva”

Inbound:

Primeiramente, para entendermos melhor, o Inbound Marketing é mais leve e receptivo, e a compra acontece como uma consequência.

Aposto que já viu a sua mãe, avó e até irmã receber uma amiga para tomar um café, e no meio da conversa, ela apresenta os produtos Avon que ela revende, trazendo um conteúdo mais informativo.

“Esse produto é apaixonante e pode fazer um milagre na hidratação da sua pele”

E o que era um café, se torna uma encomenda. É assim que o Inbound Marketing funciona.

O foco é vender, assim como o Outbound, mas a estratégia é mais de persuasão.

Aqui, você faz com que o seu cliente queira entrar em contato com você!

No Marketing Digital, esse “cafezinho” é através de conteúdos associados aos seus serviços/produtos, como posts em redes sociais, blogs, infográficos, e-books, webinar…

Aqui, você também precisa entender as dores do seu cliente, e entender como pode ajudá-lo a resolver. Mas você ainda precisa entender a jornada do seu cliente, por onde ele passa até chegar até você, assim você entende o nível de interesse.

Isso é chamado de regra de qualificação. Aquele cliente vai valer algo para você? Ele já está interessado? Posso oferecer o meu produto? Ele vai converter? Quais conteúdos ele está mais interessado? E o que isso quer dizer?

Então, agora você já está pronto para criar a sua própria estratégia de Inbound ou Outbound.

Qual dessas duas a sua empresa mais precisa?

Confira abaixo mais artigos!

Produtividade em Conteúdo e Vendas com (IA) Inteligência Artificial

A inteligência artificial (IA) está transformando o mundo dos negócios, oferecendo soluções inovadoras para...

Napoleon Hill é um nome lendário no campo do desenvolvimento pessoal e da autoajuda. Seu trabalho pioneiro e...

Gerônimo Theml: Transformando Vidas Através do Coaching e Motivação

Gerônimo Theml é um nome proeminente no mundo do coaching e desenvolvimento pessoal no Brasil. Com uma...

Paulo Vieira: Um Guia Completo Sobre o Influente Coach e Autor

Quando falamos sobre coaching e desenvolvimento pessoal no Brasil, um nome se destaca: Paulo Vieira. Ele não...

Comunicação Eficaz: Princípios do Livro “Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas”

"Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas", de Dale Carnegie, é um dos livros mais influentes no campo das...

Como Aplicar a Programação Neurolinguística (PNL) no Ambiente de Trabalho

A Programação Neurolinguística (PNL) oferece ferramentas valiosas para melhorar a comunicação e o...

A Evolução das Redes Sociais: De Plataformas Antigas a Novas Tendências

As redes sociais revolucionaram a maneira como nos conectamos, compartilhamos informações e fazemos...

Dominando o Instagram para Negócios: Anunciar, Engajar e Atrair Clientes

O Instagram tornou-se uma ferramenta essencial de marketing para empresas de todos os tamanhos. Neste...

VSL: A Chave para Conversões Altas

No mundo do marketing digital, a Video Sales Letter (VSL) emergiu como uma ferramenta poderosa para...

Estruturando um Time de Vendas B2B de Alto Desempenho

No mundo competitivo do marketing B2B, ter um time de vendas bem estruturado e eficaz é fundamental. Este...
Agência de marketing especialista em vendas